baixe nosso aplicativo

Renúncia de Berg do cargo de deputado estadual é protocolada na Assembleia Legislativa da Paraíba

Documento foi assinado no último dia 11 e dirigido ao presidente da Casa, Gervásio Maia (PSB)

Por: Blog do Gordinho

0

icones whats

O prefeito afastado de Bayeux Berg Lima encaminhou à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) uma carta-renúncia, em que informa abrir mão do mandato de deputado estadual na vaga do titular Genival Matias (Avante). Berg continua preso preventivamente, depois de ter sido flagrado recebendo dinheiro de um fornecedor do município em uma operação do Ministério Público da Paraíba (MPPB). O documento, datado no dia 11 de novembro, foi entregue à Casa de Epitácio Pessoa nesta última segunda-feira (13).

Leia mais: Precedente do STF: Assembleia da Paraíba pode mandar soltar Berg Lima para assumir mandato

Mesmo preso, Berg Lima pode assumir mandato na Assembleia Legislativa da Paraíba

Mais um deputado vai se licenciar para viabilizar estreia de suplente na Assembleia Legislativa da Paraíba

O afastamento de Genival da ALPB foi estratégico, com o objetivo de viabilizar a estreia do suplente Dr. Américo Cabral, candidato pelo PPS e agora filiado ao Avante. Berg, contudo, é o segundo suplente da coligação formada pelos partidos Avante (ex-PTdoB), SD, PPS, Podemos (ex-PTN), PMN, PSDC e PRB. Para que Américo assumisse o cargo, Berg teria que abrir mão da suplência.

No documento, o prefeito afastado justifica que foi eleito para governar a prefeitura de Bayeux e, por isso, abre mão da vaga. Berg também aproveita para reforçar a tese de que foi vítima de uma ardilosa armação perpetrada por seus adversários, que em breve será elucidada.

Confira na integra a carta enviada ao presidente da Casa: