baixe nosso aplicativo

Hervázio relembra racha histórico entre Maranhão e Cunha Lima no PMDB

Para Hervázio, José Maranhão e Cássio Cunha Lima estão com discursos de pré-candidatos e almejam o Palácio da Redenção, e esperam o apoio um do outro

Por: Blog do Gordinho

0

icones whats

O deputado estadual Hervázio Bezerra (PSB) fez uma análise dos desdobramentos políticos da oposição após a realização do congresso do PSDB realizado no último sábado (11) em João Pessoa. Segundo o socialista, os discursos dos principais personagens políticos presentes, mais precisamente os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB) e José Maranhão (PMDB), é de que ambos almejam chegar ao Palácio da Redenção na cadeira de governador da Paraíba.

“Não há o que esconder, os dois falam como candidatos. O sonho deles é contar com o apoio de um ao outro”, analisou.

O ex-aliado lembrou da convenção do PMDB em 1998, dia o qual aconteceu o racha político dentro do próprio partido, que resultou na saída dos ‘Cunha Lima’ da legenda.

“E quem não se lembra da famosa convenção do PMDB em 1998 no Clube Campestre em Campina Grande, dia em que a Paraíba acompanhou o racha político entre o saudoso Ronaldo Cunha Lima e Maranhão, e fez gerar dois grupos que até o dia de hoje não se toleram; os cassistas e os maranhistas”, lembrou Hervázio.

O deputado ainda fez questão em ressaltar que essas duas alas não aceitam essa tese de aliança entre Cássio e Maranhão: “você pode perguntar a um fiel eleitor de Cássio se ele aceita e vota em uma chapa que por ventura estiver Maranhão, da mesma forma os eleitores de Maranhão não querem aliança com Cássio. Isso não ajuda em nada o sonho de Cássio e Maranhão para chegar na cadeira de governador da Paraíba novamente”, frisou Hervázio Bezerra.