baixe nosso aplicativo

Fundador do PSL/PB anuncia saída por não tolerar comando de Julian Lemos

Além disso, Victor ainda relembrou que Julian já foi condenado a um ano de prisão por crime de estelionato

Por: Blog do Gordinho

0

icones whats

Através de nota, neste sábado (13), o fundador do Partido Social Liberal (PSL) na Paraíba, Victor Alberto de Souza, anunciou sua desfiliação. Isso porque com a chegada de Jair Bolsonaro ao partido, onde planeja ser candidato a presidente da República, e a ascenção de Julian Lemos na legenda na Paraíba, Victor não se sente representado. “As más companhias corrompem os bons costumes”, afirmou ele, citando um versículo bíblico de 1 Corintios 15:33.

Além disso, Victor ainda relembrou que Julian já foi condenado a um ano de prisão por crime de estelionato contra a ordem pública, no denúnia oferecida pelo Ministério Público da Paraíba, no processo nº 200.2009.024.703-8.

“A minha ética não admite que eu seja comandado na Paraíba por alguém que já foi condenado pelo crime de estelionato”, disse Victor Souza.

E ainda aconselhou aos demais filiados do PSL para que atentem que Julian “esconde” o próprio nome. “Oriento todos os meus antigos correligionários a também se desfilarem. Não dá para ficar junto de alguém que esconde seu nome verdadeiro (Gulliem)”, finalizou Victor.