baixe nosso aplicativo

Cartaxo evita falar dos pedidos de CPI e diz que parlamento é autônomo e independente

Prefeito não quis comentar os pedidos de CPI feitos pela base nem a formação das comissões

Por: Blog do Gordinho

0

icones whats

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), não quer dar brecha para que decisões da bancada governista na Câmara estejam ligadas a comandos do Executivo. Ao ser questionado sobre os pedidos de investigação encaminhados à Mesa Diretora, Cartaxo esclareceu que esta é uma decisão da bancada e que ele está focado na gestão da Prefeitura de João Pessoa.

Leia também: Câmara Municipal de João Pessoa forma comissões permanentes; saiba os nomes

“O parlamento tem sua autonomia e sua independência. Eu vou me manter centrado no dia a dia da cidade”, disse. O gestor também não quis comentar a divisão das comissões de orçamento. Há uma discussão sobre a distribuição de vagas, com quatro indicações da situação e três da oposição. A base argumenta que pelo critério de proporcionalidade, a situação teria que indicar cinco membros.

“Essa é outra discussão, não sou vereador. O que a gente está discutindo é política pública. Essas questões regimentais são resolvidas pelo nosso líder que dialoga muito bem com a nossa bancada na Câmara”, comentou.

A bancada de Cartaxo protocolou quatro pedidos de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) nesta segunda-feira (20). Os pedidos foram assinados por 15 parlamentares e pretendem discutir a confecção de carteiras estudantis, a poluição das praias da Capital – envolvendo diretamente a Cagepa; o extermínio de jovens negros, e um convênio da Prefeitura de João Pessoa para instalação de softwares.